0
1
0
1
1
0
1
0

Home Posts 5 dicas sobre validação de assinatura digital

5 dicas sobre validação de assinatura digital

5 dicas sobre validação de assinatura digital

Já faz um bom tempo desde que a validação de assinatura digital passou a ser utilizada no mercado financeiro, mercado de saúde e nos diversos processos eletrônicos de diferentes segmentos de mercado.

A assinatura eletrônica passou a fazer parte em quase todos os aspectos do negócio e da vida cotidiana. É usado pelas empresas para compartilhar informações com funcionários, bem como em processos de autenticação que envolvem confidencialidade e integridade das informações de clientes, fornecedores e da própria empresa.

Naturalmente, à medida que a tecnologia de assinatura eletrônica aumentou, o mesmo aconteceu com o número de opções de software de assinatura eletrônica disponíveis para organizações e usuários.

E por essa razão, é fundamental entender como o processo de uso e validação da assinatura acontece, garantindo assim, a veracidade dos dados em documentos e processos digitais e com a certeza de que nada foi alterado de forma irregular.

Separamos neste artigo 5 dicas fundamentais sobre validação de assinatura digital que empresas e pessoas precisam ter em mente para fazer o melhor uso deste importante recurso de segurança.

  1. Crie o hábito de usar e fazer a validação da assinatura digital

A implementação da assinatura digital é usada para validar não apenas que o conteúdo foi gerado por um indivíduo específico, mas também que o proprietário real da conta foi quem gerou o conteúdo, semelhante quando você assina um cheque ou um documento legal, sua assinatura é usada para verificação de que apenas você iniciou a transação.

Isso fornece o benefício de garantir que o conteúdo foi criado por uma fonte confiável e não foi modificado de forma alguma.

O conteúdo real é usado para gerar um valor no algoritmo de assinatura digital que assina o conteúdo, portanto, se algo for adicionado ou excluído depois que o conteúdo for assinado, o valor de validação da assinatura digital retornará um erro.

O uso e validação da assinatura digital deve ser uma prática comum para pessoas e empresas, independente de estar atendendo a um requisito regulatório ou não. Tenha em mente que isso garante sua segurança digital.

  1. Verifique que a assinatura digital possui um certificado de uma raiz confiável

A implementação de assinaturas digitais requer um dos dois tipos diferentes de certificados para assinar o conteúdo: certificados auto-emitidos ou certificados recebidos de uma autoridade de certificação formal.

Desta forma, empresas podem optar por criar suas assinaturas digitais com certificados digitais próprios que não serão reconhecidos como provenientes de uma fonte autorizada e confiável. Isso geralmente dificulta para uma validação externa, tal como, documentos assinados digitalmente e trocados entre empresas. Por outro lado, constitui um bom hábito interno, aumentando a segurança da organização.

Assim, durante a validação de assinatura digital, verifique que o certificado foi emitido por uma autoridade de certificação formal de uma raiz confiável, seja ela externa, ou mesmo interna.

  1. Faça treinamentos de conscientização para usuários de assinatura digital

É necessário ter um programa para educar os usuários sobre quando é apropriado usar uma assinatura digital para validar seu próprio conteúdo e o que recebem, e claro, treinamento para o administrador sobre como emitir e revogar certificados de assinatura digital.

Esse trabalho de conscientização faz com que todos os usuários de assinatura digital possam realizar a validação da assinatura digital de forma eficiente e segura, ajudando a garantir assim as estratégias de segurança da informação da empresa.

  1. Adote soluções automatizadas de validação de assinatura digital

De forma simplificada, um algoritmo de assinatura digital é um par de números grandes que são calculados de acordo com o algoritmo especificado dentro de parâmetros que permitem a autenticação do signatário e, como conseqüência, a integridade dos dados anexados.

As assinaturas digitais também são geradas por meio de um algoritmo de assinatura digital, bem como verificadas. Desta forma, elas são geradas em conjunto com o uso de uma chave privada e a validação de assinatura digital ocorre com o emprego da chave pública correspondente.

Cada signatário tem suas próprias chaves emparelhadas (supostamente conhecidas do público em geral) e privadas (conhecidas apenas pelo usuário). Como uma assinatura só pode ser gerada por uma pessoa autorizada usando sua chave privada, a chave pública correspondente pode ser usada por qualquer pessoa para verificar a assinatura.

Em resumo a todo esse processo, se o status da assinatura for desconhecido ou não verificado, ele deve ser validado manualmente para determinar a causa do problema e a possível solução. Porém, a melhor forma para realizar a validação da assinatura digital é sem dúvida adotar soluções automatizadas.

O uso de software de criptografia tem sido um dos métodos mais eficientes para fornecer a segurança de dados, especialmente para proteção realizada na transmissão entre redes.

  1. Crie e revise regularmente seu processo de validação de assinatura digital

A melhor forma de garantir a validação eficiente das inúmeras assinaturas digitais que trafegam entre as empresas e usuários é ter um processo formal que faz parte das políticas de segurança da informação da organização.

Além de sua criação e uso, o processo de validação de assinatura digital deve ser regularmente revisado de forma a evitar gargalos durante a verificação e principalmente que tenha o mínimo de impacto nas operações da empresa.

A dica final direciona que a validação da assinatura digital seja algo transparente para os usuários, o objetivo é adotar as melhores práticas do mercado sem comprometer a qualidade e produtividade das empresas e usuários envolvidos.

Próximos passos

Agora que você entendeu um pouco mais sobre o uso e validação de assinatura digital, o que você acha de implementar as nossas dicas em sua empresa?

Se você ainda tem dúvidas sobre como fazer essa comprovação se uma assinatura digital é válida ou não, entre em contato com a E-VAL, temos um time de consultores especializados que pode contribuir em seu processo de validação de assinaturas digitais.