0
1
0
1
1
0
1
0

Assinatura Digital, Autenticação e Criptografia. > blog > 5 tendências das fintechs em 2018

5 tendências das fintechs em 2018

5 tendências das fintechs em 2018

Estamos quase chegando no fim do primeiro trimestre do ano. Mas, quando o assunto é startups, ainda há muito o que esperar nos próximos meses. Especialmente quando o foco é tecnologia financeira. As inovações trazidas por algumas novas empresas vieram definitivamente para ficar. Muitas estão até mudando a maneira como as pessoas lidam com instituições até então insubstituíveis, como os bancos. Confira aqui o que se espera que venha a seguir e quais são as 5 tendências das fintechs em 2018.

 

1. Blockchain

O termo parece complexo. Muito tem se ouvido falar disso, mas ainda há o que se explicar a respeito do Blockchain. Resumindo, este é o nome de uma tecnologia que nasceu juntamente com o Bitcoin, mas que hoje possui utilizações que não estão ligadas à moeda virtual.

O Blockchain divide informações em cadeias de blocos e usa a descentralização como forma de garantir segurança e transparência. Isso porque uma vez criado um bloco de informação, ele não pode ser alterado sem que isso fique documentado e acessível para qualquer pessoa com acesso à internet. E, para as fintechs, o Blockchain é a oportunidade de gerar mais agilidade, mesmo em transações complexas. Além disso, ele pode trazer mais confiança, justamente por ser teoricamente incorruptível.

 

2. Chatbots

Os robôs automatizados, voltados ao atendimento ao cliente já encontraram no mercado financeiro uma boa porta de entrada. Afinal, dessa forma é possível atender clientes 24 horas por dia, onde quer que eles estejam. Mas, com o desenvolvimento do Machine Learning, os chatbots prometem ficar cada vez mais preparados para darem respostas mais rápidas e assertivas, inclusive no que diz respeito a finanças.

Hoje já existem diversas fintechs que usam esses robôs. Eles não apenas atendem os clientes em caso de dúvidas, mas também dão sugestões de acordo com o perfil do consumidor. E a tendência é que esse tipo de utilização mais ativa dos chatbots só cresça em 2018. Aliás, por falar em Machine Learning.

 

3. Machine learning

Não são apenas os chatbots que prometem evoluir cada vez mais com o avanço do machine learning. A capacidade das máquinas de adquirirem novos conhecimentos de acordo com os dados que têm disponíveis abre muitas oportunidades.

Dentro da área financeira, o ML pode ser usado para gerar melhorias na vida financeiras dos clientes, perceber comportamentos de compra pouco usuais e até mesmo dar dicas de investimentos. As possibilidades são grandes e a união do modelo fintechs com o potencial do machine learning promete continuar a surpreender.

 

4. Mobile

Não é apenas no mercado financeiro que os aparelhos móveis estão crescendo exponencialmente. Há pouco tempo era praticamente obrigatório uma empresa ter um website. Hoje, é quase certo que ela deve também ter, no mínimo, um site responsivo. Porém, em alguns mercados, apenas um site que funciona bem em tablets e smartphones não é suficiente. E o financeiro é um deles. Já imaginou hoje se associar a um banco que não tem um aplicativo para smartphone?

São poucas as pessoas que gostam de se locomover para ir tratar de assuntos relacionados às suas finanças. E, além disso, todos querem ter o máximo de controle do que está acontecendo com seu dinheiro ou investimentos. Melhor se tiverem à disposição informações em tempo real. Por isso, o mobile continua ser uma enorme tendência entre as fintechs este ano. Afinal, facilitar a vida do usuário é um dos maiores diferenciais dessas novas empresas.

 

5. Open Banking

Em algum momento da história, o mundo onde bancos estivessem considerando repassar as informações financeiras de seus clientes para terceiros parecia impossível. Mas não é. Através da disponibilização de APIs por parte das Instituições Financeiras, as startups podem promover novos serviços, de acordo com informações oferecidas de cada usuário.

Isso aumenta os canais de acesso as informações bancarias, ao mesmo tempo que permite que o cliente tenha acesso a uma nova gama de serviços. E, o melhor mais customizados a ele.

 

Preparado para a 5 tendências das fintechs em 2018?

Nenhuma dessas 5 tendências das fintechs em 2018 são exatamente recentes. Mas, elas ganham força à medida que o mercado financeiro se abre a novas possibilidades. Mais que isso, o avanço que algumas dessas tecnologias tiveram no último ano (e continuam a ter), é o que as coloca como fortes candidatas a estarem na mira das startups financeiras no Brasil e no mundo.

E, caso esteja se perguntando sobre como isso vai afetar o futuro do mercado financeiro, aproveite para ler também sobre o futuro dos bancos com as fintechs.