Proteção de Dados

Como prevenir ataques cibernéticos: principais maneiras de se proteger

Embora os ataques cibernéticos e as ameaças sejam uma luta contínua e um grande desafio para as empresas, eles podem ser evitados conhecendo os vários tipos de protocolos, explorações, ferramentas e recursos usados ​​por cibercriminosos. Além disso, saber onde e como esperar ataques garante que você crie medidas preventivas para proteger seus sistemas.

Basicamente, os ataques cibernéticos são executados com intenção maliciosa, quando um cibercriminosos tenta explorar uma vulnerabilidade em um sistema ou indivíduos de uma organização. Esses ataques ameaçam roubar, alterar, destruir, desativar, obter acesso ou fazer uso de um ativo não autorizado.

Na prática, ataques cibernéticos, ameaças e vandalismo são um problema perigoso e crescente para as empresas

Quase todas as organizações modernas exigem em sua infraestrutura de TI, no mínimo, uma rede de computadores e seus ativos que compõem sua estrutura de conectividade, a exemplo de switches, pontos de acesso e roteadores para operar. Além disso, temos como estrutura computacional servidores, desktops, laptops, impressoras e outros dispositivos móveis que completam uma arquitetura tecnológica.

Infelizmente, embora esses dispositivos e aplicativos ofereçam um grande benefício para a empresa, eles também podem representar um risco. Basta uma gestão ineficiente dos ativos ou um funcionário clicar em um link malicioso que, em seguida, os cibercriminosos obtêm acesso à sua rede e infectam seus sistemas.

Mas esse risco pode ser reduzido.

Como prevenir ataques cibernéticos?

Prevenir uma violação de sua rede e seus sistemas requer proteção contra uma variedade de ataques cibernéticos. Para cada ataque, a contramedida apropriada deve ser implantada/usada para impedi-lo de explorar uma vulnerabilidade ou fraqueza

A primeira linha de defesa de qualquer organização é avaliar e implementar controles de segurança.

1. Quebre o padrão do ataque cibernético

Prevenir, detectar ou interromper o ataque cibernético na primeira oportunidade limita o impacto nos negócios e o potencial de danos à reputação.

Mesmo que normalmente sejam os invasores mais motivados que têm a persistência para realizar ataques em vários estágios, eles frequentemente fazem isso usando ferramentas e técnicas comuns, mais baratas e fáceis de usar. 

Portanto, implemente controles e processos de segurança que possam mitigar os ataques, tornando sua empresa um alvo difícil.

Da mesma forma, adote uma abordagem de defesa em profundidade para mitigar os riscos por meio de toda a gama de ataques cibernéticos em potencial, dando à sua empresa mais resiliência para lidar com ataques que usam ferramentas e técnicas mais personalizadas.

2. Reduza sua exposição usando controles de segurança essenciais contra ataque cibernético

Felizmente, existem maneiras eficazes e acessíveis de reduzir a exposição de sua organização aos tipos mais comuns de ataque cibernético em sistemas expostos à Internet. 

  • Firewalls de limite e gateways da Internet — estabeleça defesas de perímetro de rede, particularmente proxy da Web, filtragem da Web, verificação de conteúdo e políticas de firewall para detectar e bloquear downloads executáveis, bloquear o acesso a domínios maliciosos conhecidos e impedir que os computadores dos usuários se comuniquem diretamente com a Internet;
  • Proteção contra malware — estabeleça e mantenha defesas contra malware para detectar e responder a códigos de ataque cibernético conhecidos;
  • Gerenciamento de patches — corrige vulnerabilidades conhecidas com a versão mais recente do software, para evitar ataques que explorem bugs de software;
  • Permitir listagem e controle de execução — impede que softwares desconhecidos sejam executados ou instalados, incluindo AutoRun em unidades USB e de CD;
  • Configuração segura — restrinja a funcionalidade de cada dispositivo, sistema operacional e aplicativo ao mínimo necessário para o funcionamento dos negócios;
  • Política de senha — certifique-se de que uma política de senha apropriada esteja em vigor e seja seguida;
  • Controle de acesso do usuário — inclui limitar as permissões de execução dos usuários normais e impor o princípio do privilégio mínimo.

3. Atenue o estágio de ‘pesquisa’

Qualquer informação publicada para consumo aberto deve ser filtrada sistematicamente antes de ser liberada para garantir que qualquer coisa de valor para um invasor (como detalhes de software e configuração, nomes/funções/títulos de indivíduos e quaisquer dados ocultos) seja removido.

O treinamento, a educação e a conscientização do usuário são importantes. Todos os seus usuários devem entender como as informações publicadas sobre seus sistemas e operação podem revelar possíveis vulnerabilidades.

Eles precisam estar cientes dos riscos de discutir tópicos relacionados ao trabalho nas mídias sociais e do potencial de serem alvo de ataque cibernético e ataques de phishing. Eles também devem entender os riscos para o negócio de liberar informações confidenciais em conversas gerais, chamadas telefônicas não solicitadas e destinatários de e-mail.

4. Reduza o estágio de ‘entrega’

As opções de entrega disponíveis para um invasor podem ser significativamente reduzidas aplicando e mantendo um pequeno número de controles de segurança, que são ainda mais eficazes quando aplicados em combinação:

  • A proteção contra malware atualizada pode bloquear e-mails maliciosos e impedir que o malware seja baixado de sites;
  • Firewalls e servidores proxy podem bloquear serviços inseguros ou desnecessários e também podem manter uma lista de sites ruins conhecidos. Da mesma forma, a assinatura de um serviço de reputação de sites para gerar uma lista de sites negados também pode fornecer proteção adicional;
  • Uma política de senhas tecnicamente aplicada impedirá que os usuários selecionem senhas facilmente adivinhadas e bloqueiem contas após um número especificado de tentativas mal sucedidas. Medidas de autenticação adicionais para acesso a informações corporativas ou pessoais particularmente confidenciais também devem estar em vigor;
  • A configuração segura limita a funcionalidade do sistema ao mínimo necessário para a operação comercial e deve ser aplicada sistematicamente a todos os dispositivos usados ​​para realizar negócios.

5. Minimize o estágio de ‘violação’ do ataque cibernético

Assim como no estágio de entrega, a capacidade de explorar com sucesso vulnerabilidades conhecidas pode ser efetivamente mitigada com apenas alguns controles, que são melhor implantados juntos.

  • Todo malware depende de falhas de software conhecidas e predominantemente corrigidas. O gerenciamento eficaz de patches de vulnerabilidades garante que os patches sejam aplicados na primeira oportunidade, limitando o tempo que sua organização fica exposta a vulnerabilidades de software conhecidas;

  • A proteção contra malware no gateway da Internet pode detectar códigos maliciosos conhecidos em um item importado, como um e-mail. Essas medidas devem ser complementadas por proteção contra malware em pontos-chave na rede interna e nos computadores dos usuários, quando disponíveis;
  • Controles de acesso de usuário bem implementados e mantidos restringirão os aplicativos, privilégios e dados que os usuários podem acessar. A configuração segura pode remover software desnecessário e contas de usuário padrão. Ele também pode garantir que as senhas padrão sejam alteradas e que todos os recursos automáticos que possam ativar malware imediatamente (como AutoRun para unidades de mídia) sejam desativados;

  • O treinamento, a educação e a conscientização do usuário são extremamente valiosos para reduzir a probabilidade de sucesso da ‘engenharia social’. No entanto, com as pressões do trabalho e o grande volume de comunicações, você não pode contar com isso como um controle para mitigar até mesmo um ataque cibernético;
  • Finalmente, o fundamental para detectar uma violação é a capacidade de monitorar todas as atividades da rede e analisá-las para identificar qualquer atividade maliciosa ou incomum.

Se todas as medidas para os estágios de pesquisa, entrega e violação estiverem consistentemente em vigor, a maioria dos ataques cibernéticos podem ser evitados.

No entanto, se o cibercriminoso for capaz de usar recursos sob medida, você deve assumir que eles irão evitá-los e entrar em seus sistemas. De forma ideal, as empresas devem ter uma boa compreensão do que constitui atividade ‘normal’ em sua rede, e um monitoramento de segurança eficaz deve ser capaz de identificar qualquer atividade incomum.

Uma vez que um invasor tecnicamente capaz e motivado tenha acesso total aos seus sistemas, pode ser muito mais difícil detectar suas ações e erradicar sua presença. É aqui que uma estratégia completa de defesa em profundidade pode ser benéfica.

A solução CipherTrust Data Security Platform permite que as empresas protejam sua estrutura contra ataques cibernéticos

De acordo com o IDC, mais de 175 zetabytes de dados serão criados até 2025, e hoje mais da metade de todos os dados corporativos são armazenados na nuvem. 

Para lidar com a complexidade de onde os dados são armazenados, a CipherTrust Data Security Platform oferece recursos fortes para proteger e controlar o acesso a dados confidenciais em bancos de dados, arquivos e contêineres. Tecnologias específicas incluem:

CipherTrust Transparent Encryption

Criptografar dados em ambientes locais, em nuvem, banco de dados, arquivos e Big Data com controles de acesso abrangentes e registro de auditoria de acesso de dados detalhado que pode impedir os ataques cibernéticos mais maliciosos.

CipherTrust Database Protection

Fornece criptografia transparente ao nível de coluna de dados estruturados e confidenciais que residem em bancos de dados, como cartão de crédito, números de previdência social, números de identificação nacional, senhas e endereços de e-mail.

CipherTrust Application Data Protection 

Oferece APIs para que os desenvolvedores adicionem rapidamente criptografia e outras funções criptográficas a seus aplicativos, enquanto o SecOps controla as chaves de criptografia.

CipherTrust Tokenization

Oferece serviços de tokenização de dados ao nível de aplicativo em duas soluções convenientes que oferecem flexibilidade ao cliente – Token sem Vault com mascaramento de dados dinâmico baseado em políticas e Tokenização em Vault.

CipherTrust Batch Data Transformation

Fornece serviços de mascaramento de dados estáticos para remover informações confidenciais de bancos de dados de produção, para que as questões de conformidade e segurança sejam aliviadas ao compartilhar um banco de informações com terceiros para análise, teste ou outro processamento.

CipherTrust Manager

Centraliza chaves, políticas de gerenciamento e acesso a dados para todos os produtos CipherTrust Data Security Platform e está disponível em formatos físicos e virtuais compatíveis com FIPS 140-2 Nível 3.

CipherTrust Cloud Key Manager 

Oferece o gerenciamento do ciclo de vida de sua própria chave (BYOK) para muitos provedores de infraestrutura, plataforma e software como serviço na nuvem.

CipherTrust KMIP Server

Centraliza o gerenciamento de chaves para o protocolo de interoperabilidade de gerenciamento de chaves (KMIP) comumente usado em soluções de armazenamento.

CipherTrust TDE Key Manager

Centraliza o gerenciamento de chaves para criptografia encontrada em Oracle, SQL e Always Encrypted SQL.

O portfólio de produtos de proteção de dados que compõe a solução CipherTrust Data Security Platform permite que as empresas protejam dados em repouso e em movimento em todo o ecossistema de TI e garante que as chaves dessas informações estejam sempre protegidas e apenas sob seu controle. 

Ela simplifica a segurança dos dados, melhora a eficiência operacional e acelera o tempo de conformidade. Independentemente de onde seus dados residem.

A plataforma CipherTrust garante que seus dados estejam seguros, com uma ampla gama de produtos e soluções comprovados e líderes de mercado para implantação em data centers, ou aqueles gerenciados por provedores de serviços em nuvem (CSPs) ou provedores de serviços gerenciados (MSPs), ou como um serviço baseado em nuvem gerenciado pela Thales, empresa líder no segmento de segurança.

Portfólio de ferramenta que garante a proteção de dados contra ataques cibernéticos

Com os produtos de proteção de dados do CipherTrust Data Security Platform, sua empresa pode:

Reforçar a segurança e a conformidade contra ataque cibernético

Os produtos e soluções de proteção de dados CipherTrust abordam as demandas de uma série de requisitos de segurança e privacidade, incluindo a identificação eletrônica, autenticação e confiança, Padrão de Segurança de Dados da Indústria de Cartões de Pagamento (PCI DSS), Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), entre outros requisitos de conformidade.

Otimiza a eficiência da equipe e dos recursos contra ataques cibernéticos

CipherTrust Data Security Platform oferece o mais amplo suporte para casos de uso de segurança de dados no setor, com produtos desenvolvidos para trabalhar em conjunto, uma linha única para suporte global, um histórico comprovado de proteção contra ameaças em evolução e o maior ecossistema de parcerias de segurança de dados do setor. 

Com foco na facilidade de uso, APIs para automação e gerenciamento responsivo, a solução CipherTrust Data Security Platform garante que suas equipes possam implementar, proteger e monitorar rapidamente a proteção do seu negócio. 

Além disso, serviços profissionais e parceiros estão disponíveis para design, implementação e assistência de treinamento para garantir rapidez e confiabilidade em implementações com o mínimo de tempo de sua equipe.

Reduz o custo total de propriedade

O portfólio de proteção de dados do CipherTrust Data Security Platform oferece um amplo conjunto de produtos e soluções de segurança de dados que podem ser facilmente dimensionados, expandidos para novos casos de uso e têm um histórico comprovado de proteção de tecnologias novas e tradicionais. 

Com o CipherTrust Data Security Platform, as empresas podem preparar seus investimentos para o futuro enquanto reduz custos operacionais e despesas de capital.

Sobre a E-VAL Tecnologia

A E-VAL Tecnologia atua há mais de 16 anos oferecendo soluções de segurança da informação para o mercado, pioneira em iniciativas no uso da certificação digital no Brasil, tais como, SPB, COMPE, Autenticação, Assinatura digital de contratos, Gerenciamento de Chaves e Proteção de dados e armazenamento de chaves criptográficas para os segmentos de instituições financeiras, educação e indústria.

Siga-nos nas redes sociais:
error
fb-share-icon
error

Gostou do blog? Compartilhe já :D