Proteção de Dados

Fraudes digitais causarão prejuízos de us$ 48 bilhões até 2023

Nos últimos anos, houve um aumento significativo no número de fraudes digitais realizadas pela internet. Esse tipo de crime pode assumir muitas formas diferentes, como fraude de cartão de crédito, roubo de identidade e ataques cibernéticos.

De acordo com estudo feito pela Juniper Research, as perdas globais com fraudes digitais devem chegar a US$ 48 bilhões até 2023. Isso é superior aos US$ 22 bilhões estimados em 2018. O aumento se deve a vários fatores, incluindo o crescimento do comércio eletrônico e a crescente sofisticação dos fraudadores.

Há uma série de medidas que as empresas podem tomar para se proteger de fraudes digitais. Fique conosco até o final do artigo para entender melhor esse cenário de ameaça e ver dicas importantes que separamos para minimizar o risco de golpes em sua empresa.

Falta de maturidade analítica das organizações é uma das causas do crescimento das fraudes digitais

Segundo estudo feito pela Serasa Experian, até março de 2022 foram registradas 389.788 tentativas de fraude, representando um aumento de 18,9% em relação ao mesmo período em 2021.

Na prática, isso significa que a cada 7 segundos um brasileiro é vítima de fraudadores. O segmento que mais sofreu com esse quadro é o varejo, com uma alta de 74,1% nas tentativas de fraudes digitais.

Basicamente, fraude digital consiste no uso de técnicas ilícitas para obter vantagens indevidas. No entanto, a modalidade é muito ampla e pode assumir diferentes formatos.

Uma das principais estratégias utilizadas pelos criminosos é o phishing, que consiste na criação de sites falsos para obter dados pessoais das vítimas. Outra modalidade é o roubo de identidade, em que os criminosos utilizam as informações roubadas para realizar compras ou acessar contas bancárias.

As principais formas de fraudes digitais registradas são:

  • Golpes de cartão de crédito on-line: esse tipo de crime é cometido quando o criminoso consegue obter informações pessoais dos usuários, como número do cartão de crédito, data de validade e código de segurança, para fazer compras on-line em seu nome;
  • Roubo de identidade: esse crime acontece quando o criminoso usa a identidade de outra pessoa para obter vantagens financeiras, como abrir contas em seu nome ou solicitar empréstimos;
  • Fraude bancária: esse tipo de fraude digital acontece quando o criminoso consegue acessar a conta bancária de outra pessoa e fazer transferências para a sua conta.

A falta de maturidade analítica das organizações é uma das principais causas do crescimento das fraudes digitais. Muitas empresas ainda não investem em sistemas de análise de dados que possam detectar tentativas de fraude, facilitando o trabalho dos criminosos.

Além disso, o crescimento do e-commerce também tem contribuído para o aumento das golpes digitais, uma vez que os criminosos têm encontrado mais facilidade para atacar as empresas que oferecem serviços on-line.

Quais são as consequências das fraudes digitais para empresas e consumidores?

A fraude digital é um problema sério que pode ter consequências devastadoras para empresas e consumidores. No mundo dos negócios, a fraude digital pode resultar em:

  • Prejuízos financeiros para a empresa: uma vez que uma empresa é vítima de fraude digital, ela pode sofrer prejuízos financeiros significativos. Isso acontece porque a fraude pode levar à perda de dinheiro, bem como às despesas incorridas para investigar e reverter o dano causado pelos fraudadores;
  • Danos à reputação da empresa: além de causar prejuízos financeiros, a fraude digital também pode danificar a reputação da empresa. Quando os consumidores são vítimas de fraude, eles podem ficar frustrados e irritados, o que pode afetar negativamente a imagem da marca;
  • Aumento do risco a cibersegurança: a fraude digital também pode aumentar o risco de outros ataques cibernéticos, pois os fraudadores podem usar as informações obtidas para realizar novos ataques. Além disso, as empresas que sofrem com a fraude digital podem ficar mais vulneráveis a outros tipos de ataques, pois os fraudadores podem explorar as falhas de segurança da empresa para realizar seus ataques.

Assim, é evidente que a fraude digital pode causar sérios prejuízos para as empresas e consumidores. Por isso, é importante que as empresas tomem medidas para se proteger contra este tipo de ataque, bem como para investigar e reverter os danos causados pelos fraudadores.

 

 

Como evitar fraudes digitais nas empresas?

Existem diversas maneiras de evitar a fraude digital, tanto para empresas quanto para consumidores. Para as empresas, as principais dicas para evitar a fraude digital são:

  1. Implementar medidas de segurança: as empresas devem implementar medidas de segurança para proteger os dados e sistemas da empresa contra-ataques cibernéticos. Essas medidas podem incluir a implementação de um firewall, a criptografia de dados, o controle de acesso e outras medidas de segurança;
  2. Investigar as transações suspeitas: as organizações também devem investigar as transações suspeitas para identificar possíveis fraudes digitais. Isso pode incluir a verificação de dados como o endereço IP, o número de cartão de crédito e outras informações que possam indicar um ataque cibernético.

Para a força de trabalho, as principais dicas para evitar a fraude digital são:

  • Ter cuidado com o que compartilha nas redes sociais: os consumidores devem ter cuidado com o que compartilham nas redes sociais, pois as informações divulgadas podem ser usadas para realizar ataques cibernéticos;
  • Verificar as URLs antes de clicar: os colaboradores também devem verificar as URLs antes de clicar, pois, algumas vezes os fraudadores usam URLs falsas para enganar as pessoas e levá-las a sites malicioso;
  • Fazer backup dos dados: apesar de ser algo muito técnico e normalmente feito pelos times de TI, os colaboradores precisam estar atentos aos processos de backup dos dados importantes, pois isso pode ajudar a recuperar as informações perdidas em caso de ataque cibernético.

Além dessas dicas, as empresas e seus colaboradores também devem ficar atentos às tentativas de fraude digital e reportar qualquer suspeita de ataque cibernético para as autoridades competentes.

As fraudes digitais são um problema crescente no mundo dos negócios, e podem causar sérios prejuízos para as empresas e os consumidores. Por isso, é importante tomar medidas para se proteger contra este tipo de ataque, bem como para investigar e reverter os danos causados pelos fraudadores.

O payShield 10K garante a segurança de pagamentos e o combate a fraudes digitais

Com o payShield 10K você tem a garantia de que sua empresa atende aos mais altos padrões de segurança do setor financeiro, incluindo proteção contra fraudes. 

A quinta geração de HSMs de pagamento da Thales, empresa parceira da E-VAL, oferece um conjunto de funcionalidades de segurança comprovadas em ambientes críticos, além do processamento de transações, proteção de dados confidenciais, emissão de credenciais de pagamento, aceitação de cartão móvel e tokenização. 

A solução payShield 10K pode ser usada em todo o ecossistema global de pagamentos por emissores, provedores de serviços, adquirentes, processadores e redes de pagamento, oferecendo diversos benefícios. 

E-VAL Professional Services possui um time de profissionais especializados e com as melhores práticas do mercado

Beneficie-se de nossos muitos anos de experiência e conhecimento especializado em segurança da informação e conformidade com a LGPD. Seremos seu parceiro para a realização de projetos de digitalização em conformidade com os regulamentos de segurança e proteção de dados. 

Compartilhamos a nossa experiência em todos os fluxos de negócios em instituições de saúde para ajudá-lo a minimizar riscos, maximizar o desempenho e garantir a proteção de dados que seus pacientes e parceiros esperam.

Sobre a E-VAL Tecnologia

A E-VAL Tecnologia atua há mais de 17 anos oferecendo soluções de segurança da informação para o mercado, pioneira em iniciativas no uso da certificação digital no Brasil, tais como, SPB, COMPE, Autenticação, Assinatura digital de contratos, Gerenciamento de Chaves e Proteção de dados e armazenamento de chaves criptográficas para os segmentos de instituições financeiras, educação e indústria.

Siga-nos nas redes sociais:
error
fb-share-icon
error

Gostou do blog? Compartilhe já :D