Assinatura Digital, Autenticação e Criptografia. > blog > NOVA PLATAFORMA DE COBRANÇA: O QUE MUDA NO DDA?

NOVA PLATAFORMA DE COBRANÇA: O QUE MUDA NO DDA?

NOVA PLATAFORMA DE COBRANÇA: O QUE MUDA NO DDA?

A Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN) iniciou a primeira fase de implantação da Nova Plataforma de Cobrança, sistema que vai impulsionar o serviço de Débito Direto Autorizado (DDA). Além da praticidade dos boletos eletrônicos, a novidade permitirá maior segurança e comodidade no pagamento títulos em qualquer agência bancária, até mesmo após o vencimento. A adesão ao DDA é oferecida gratuitamente a todos os consumidores que possuem conta em banco.

Débito Direto Autorizado

Desde 2009, quando o Débito Direto Autorizado foi lançado pela FEBRABAN em parceria com outras associações de bancos, o número de adeptos cresceu expressivamente. Até junho, foram contabilizados 12,9 milhões de pagadores eletrônicos e 1,96 bilhão de boletos de pagamento. Essa mudança acompanha o comportamento digital do consumidor, que não abre mão da comodidade do ambiente online.

Vantagens que já conhecemos

O pagamento de boletos bancários realizados pelo Internet Banking ou caixas eletrônicos oferecem diversas vantagens. Os benefícios vão além da sustentabilidade e praticidade.

  • Menos fraudes! Os boletos eletrônicos dificultam a ação de criminosos, uma vez que seus sistemas de segurança utilizam os mesmos programas de criptografia e certificação de uma TED.
  • Menos erros de pagamento! O débito direto autorizado reduz a inserção de informações incorretas ocasionada por distração ou outros erros humanos. O sistema é inteiramente virtual e o procedimento, automático.
  • Menos falhas no recebimento da correspondência! A entrega via correio está sujeita a situações que nem sempre são previstas. A entrega eletrônica é segura e garantida.

O que muda com a Nova Plataforma de Cobrança?

A Nova Plataforma de Cobrança, que teve início em 10 de julho, trará mais confiabilidade aos pagamentos em Débito Direto Autorizado.

A partir de agora, os novos boletos enviados consumidores, deverão conter, obrigatoriamente, os seguintes dados: CNPJ/CPF do emissor e do pagador, nome do pagador, data de vencimento, valor do pagamento e autorização do cliente. Essas informações serão armazenadas numa base centralizadora na plataforma. Quando o consumidor (pessoa física ou jurídica) realizar o pagamento, será feita uma consulta ao sistema para checar as informações. A operação só é validada se os dados do boleto coincidirem com aqueles que constam no sistema.

É importante ressaltar que o novo sistema também trará um comprovante de pagamento mais completo, apresentando todos os detalhes do boleto, como juros, multa, desconto etc.

Boletos vencidos

O pagamento de boletos vencidos poderá ser realizado em qualquer banco. Mas a validação por meio da Nova Plataforma de Cobrança acontecerá em etapas. Inicialmente, apenas boletos com valor superior a R$ 50 mil poderão ser quitados em qualquer agência bancária. O valor mínimo será reduzido para R$ 2 mil em 11 de setembro, R$ 500 em 9 de outubro e R$ 200 em 13 de novembro. A partir de 11 de dezembro, boletos vencidos de todos os valores passarão a ser aceitos em qualquer banco.

A gestão das empresas também será beneficiada com a Nova Plataforma de Cobrança. Com maior rastreabilidade dos dados dos documentos, ela amplia o controle dos processos que envolvem as operações que transitam pelo sistema financeiro e a transparência aos processos em geral.

__

A E-VAL Tecnologia oferece soluções de HSMassinatura digital, autenticação e criptografia de forma segura, ágil e eficiente para o Mercado Financeiro. Todas as nossas soluções são focadas em garantir acesso seguro às informações, otimizar processos e reduzir custos. Saiba mais sobre tudo que podemos fazer por você e pela sua empresa, acessando: www.evaltec.com.br.