Novidades

Por que você deve gerenciar chaves criptográficas o quanto antes?

As empresas estão cada vez mais movimentando dados sensíveis pela Internet e migrando fortemente sua infraestrutura de dados para a nuvem, em diferentes tipos de modelos de serviço. Conforme aumenta a sensibilidade dos dados deslocados pela web, cresce a necessidade de uso das chaves criptográficas.

Em vista disso, os profissionais de segurança estão ativamente protegendo esses dados usando chaves criptográficas com técnicas testadas e comprovadas. Elas são usadas em diferentes ciclos de produtividade das organizações, sempre visando garantir a proteção de dados e sua privacidade.

No entanto, a garantia de proteção e disponibilidade de dados pode não ser possível apenas com o uso da criptografia.

Por mais que exista uma tecnologia avançada contra violação de dados, sem o gerenciamento de chaves criptográficas o risco de vazamentos ou roubo de informações ainda será grande.

Por que gerenciar chaves criptográficas é importante?

O Gerenciamento significa proteger as chaves criptográficas contra perda, roubo, corrupção e acesso não autorizado. Entre os objetivos que fazem parte da gestão de chaves temos:

  • Garantir que as chaves sejam mantidas com segurança;  
  • O processo de mudança das chaves regularmente;  
  • Gerenciar como e para quem as chaves criptográficas são atribuídas;  
  • A decisão sobre a granularidade das chaves.  

Em suma, gerenciar chaves criptográficas significa avaliar se uma chave deve ser usada para todas as fitas de backup ou se cada fita deve receber sua própria.

É preciso garantir que a chave e qualquer coisa relacionada a ela seja adequadamente controlada e protegida. Portanto, não há como não pensar em gestão.

Se não estiver tudo devidamente protegido e gerenciado, é como ter uma fechadura de última geração na porta da sua casa, mas deixar a chave embaixo do tapete.

Para ficar mais clara a importância do gerenciamento chaves criptográficas, basta lembrarmos os quatro objetivos da criptografia. Eles são confidencialidade, integridade, autenticação e não-repúdio. E com ela, usamos para proteger as informações pessoais e dados corporativos confidenciais.

Certamente não faz sentido algum usar uma tecnologia que garante a segurança de dados sem gerencia-la de maneira eficiente.

Gerenciar chaves criptográficas é um desafio, mas não é impossível

Se perder uma chave, você está com problemas. De fato, o gerenciamento de chaves criptográficas não é tão simples como chamar um chaveiro. Também não é possível simplesmente escrever as chaves em um pedaço de papel. Mas é preciso garantir o acesso limitado ao menor número possível de pessoas e garantir que elas tenham acesso restrito.

A gestão criptográfica bem-sucedida no âmbito corporativo exige a garantia de melhores práticas em várias frentes. Primeiro, você deve escolher o algoritmo de criptografia e o tamanho de chave corretos para ter confiança em sua segurança.

Em segundo lugar, você deve garantir que a implementação da estratégia de criptografia corporativa esteja de acordo com os padrões estabelecidos para esse algoritmo. Ou seja, ser aprovado por uma autoridade certificadora reconhecida. No Brasil, as autoridades reconhecidas são as que homologadas pelo ITI, dentro do ICP-Brasil.

E por fim, garantir um gerenciamento de chaves criptográficas eficiente, associado a políticas e processos de segurança que possam certificar um uso produtivo e assertivo da tecnologia de criptografia.   

Para aumentar a confiança em sua estratégia de gerenciamento de chaves criptográficas, suas primeiras perguntas devem as seguintes:

  1. Onde as chaves de criptografia são mantidas?
  2. Quem mantém a propriedade delas?

Muitos serviços de gerenciamento de chaves criptográficas retêm chaves privadas na camada de serviço. Assim sendo, seus dados podem ficar acessíveis aos administradores dessa atividade. Isso é ótimo para disponibilidade, seus dados são móveis e recuperáveis​,​ mas não para confidencialidade.

No final das contas, como acontece com qualquer tecnologia, a eficiência da criptografia depende completamente de sua implementação. Se ela não for feita corretamente, ou se os componentes usados ​​para garantir uma criptografia forte não estiverem protegidos corretamente, essa tecnologia estará em risco. Bem como seus dados que também estarão ameaçados.

Da criação das políticas a gestão de chaves criptográficas

Uma abordagem comum para proteger dados na empresa através do gerenciamento de chaves criptográficas é fazer um balanço dos dados da empresa, entender as ameaças e criar uma política de segurança.

As empresas precisam saber em quais dispositivos e aplicativos devem ser confiáveis ​​e como a política pode ser aplicada entre esses equipamentos e na nuvem. Tudo começa em saber o que você tem.

A maioria das organizações, em grande parte das vezes, não sabe quantas chaves possui, onde está usando criptografia e quais aplicativos e dispositivos são realmente confiáveis. É simplesmente uma total falta de gerenciar as chaves criptográficas, os dados e sua estrutura de aplicativos e dispositivos.

Sem dúvida, a parte mais importante de um sistema de criptografia é o seu gerenciamento de chaves, especialmente quando as organizações têm a necessidade de criptografar uma grande quantidade de dados. Isso faz com que a infraestrutura se torne mais complexa e desafiadora.

Trazer a padronização ao processo é fundamental

A necessidade da tecnologia é inegável, mas trazer a padronização aos produtos de criptografia é fundamental. Mesmo a criptografia implementada de maneira adequada, ela significa pouco se um invasor entrar na máquina de alguém ou um se funcionário for desonesto.

Em alguns casos, a criptografia pode habilitar um invasor e transformar todo o investimento em segurança em algo inócuo, causando um estrago que vai muito além de prejuízos financeiros. A padronização é vital para criar políticas e processos assertivos, reduzindo a possibilidade de brechas que podem resultar em ataques virtuais e roubo de dados.

A criptografia realmente cria mais oportunidades de negócios para diferentes tipos de empresas, não apenas atenuando as preocupações como ataques virtuais, mas também criando um ciclo de acesso aos dados organizado, eficiente e estratégico.

Em tempos de Transformação Digital, de Economia Digital e de tantas inovações e disrupções tecnológicas e de mercado, adotar um gerenciamento das chaves criptográficas se tornou algo estratégico e vital para empresas que buscam o crescimento futuro e sustentável.

Agora você já conhece um pouco mais sobre gerenciar chaves criptográficas. Mantenha-se sempre atualizado, através da assinatura de nossa newsletter você fica por dentro das novidades e tecnologias E-VAL.

A E-VAL Tecnologia atua há mais de 14 anos oferecendo soluções de segurança da informação para o mercado, pioneira em iniciativas no uso da certificação digital no Brasil, tais como, SPB, COMPE, Autenticação, Assinatura digital de contratos, Gerenciamento de Chaves e Proteção de dados e armazenamento de chaves criptográficas para os seguimentos de bancos, educação e indústria.

Fale conosco, os especialistas da E-VAL Tecnologia terão o maior prazer em atendê-los, contribuindo para o desenvolvimento dos seus projetos e a melhoria contínua da segurança da informação para a sua instituição.

Siga-nos nas redes sociais:
error

Gostou do blog? Compartilhe já :D