Notícias e Eventos

Presidente do Banco Central anunciou que o país está avançando na criação do Real Digital, o que acha?

Moeda digital é qualquer moeda disponível exclusivamente em formato eletrônico. Versões eletrônicas de moeda já predominam nos sistemas financeiros da maioria dos países. Nos EUA, por exemplo, a moeda física dos EUA em circulação é apenas cerca de um décimo da oferta monetária total,  o restante é mantido em vários depósitos bancários em formato eletrônico.

O que diferencia a moeda digital da moeda eletrônica atualmente é que ela nunca assume forma física. Agora mesmo, você poderia ir a um caixa eletrônico e transformar um registro eletrônico de sua moeda em notas físicas. A moeda digital, no entanto, nunca assume forma física. Ele sempre permanece em uma rede de computadores e é trocado por meio digital.

Por exemplo, em vez de usar notas físicas, você faria compras transferindo moeda digital para varejistas usando seu dispositivo móvel. Funcionalmente, isso pode não ser diferente de como você atualmente trata seu dinheiro usando aplicativos de pagamento como Paypal, Apple Pay e o próprio Pix, lançado recentemente pelo Banco Central.

Seguindo essa tendência, o presidente do Banco Central do Brasil (BCB), Roberto Campos Neto, anunciou na última reunião do Banco de Compensações Internacionais que o país está avançando na criação do Real Digital, a versão eletrônica da moeda nacional.

“Nós lançamos um Projeto de Lei para mudar todas as características da moeda real. O primeiro projeto é de simplificação, a segunda fase é de internacionalização e convertibilidade, e a terceira é que já começamos, é o projeto de digitalização. Estamos avançando muito no processo de moeda digital e deveremos ter notícias em breve”, disse Campos Neto sobre o Real Digital.

A criação da moeda digital vem sendo estudada pelo BCB, e está vinculada a um mercado regulado e eventualmente padronizado entre os diferentes bancos centrais, o que facilitará as transações entre países e evitará danos ao sistema financeiro global.

O que significa uma moeda digital criada pelo Banco Central?

Ainda não existem detalhes sobre o Real Digital, o Banco Central do Brasil promete divulgar em breve mais detalhes sobre a novidade, mas basicamente, uma moeda digital seria emitida e supervisionada pelo BCB. Pense nele como Bitcoin, mas ele sendo administrado pelo Banco Central Federal e tivesse o total apoio do governo brasileiro.

Nos EUA, o Federal Reserve e o MIT estão conduzindo pesquisas conjuntamente por meio do Projeto Hamilton. Além de determinar como uma moeda digital pode funcionar nos Estados Unidos e que tipo de sistema seria necessário para que isso aconteça.

O Projeto Hamilton pretende publicar um artigo de pesquisa e criar uma licença de código aberto para qualquer código que escreverem para que outros possam examinar e trabalhar com isso.

A versão chinesa de uma moeda digital já foi criada e é controlada por seu banco central, que emitirá o novo dinheiro eletrônico. Espera-se que ela forneça ao governo chinês novas ferramentas para monitorar sua economia e seu povo. 

Pequim também está posicionando o yuan digital para uso internacional e projetando-o para ser desvinculado do sistema financeiro global, onde o dólar norte-americano é rei desde a Segunda Guerra Mundial. 

A China está adotando a digitalização de várias formas, incluindo dinheiro, em uma tentativa de obter um controle mais centralizado e, ao mesmo tempo, obter uma vantagem inicial em tecnologias do futuro que considera disponíveis.

A Rússia está avançando com a criação do “cripto-rublo”, anunciado por Vladimir Putin em 2017. Especula-se que uma das principais razões do interesse de Putin no blockchain é que as transações são criptografadas e, portanto, mais fáceis de enviar dinheiro discretamente sem se preocupar com as sanções impostas ao país pela comunidade internacional. 

Essa teoria ganhou força depois que o Financial Times noticiou em janeiro de 2018 que um dos assessores econômicos de Putin, Sergei Glazyev, disse durante uma reunião governamental que “O CryptoRuble nos serve muito bem para atividades delicadas em nome do estado. Podemos acertar contas com nossas contrapartes em todo o mundo sem levar em conta as sanções. “

Benefícios da moeda digital

Uma vantagem importante de uma moeda digital criada pelo banco central brasileiro é que ela pode ser considerada como um ativo financeiro legal. Isso significa que todos os atores econômicos devem aceitá-lo para quaisquer fins legais. Você poderia pagar seus impostos com ele. Qualquer pessoa com quem você tenha dívidas, como o banco ou pessoas físicas, é legalmente obrigada a assumi-la.

Pagamentos mais rápidos

Usando a moeda digital, você pode concluir pagamentos muito mais rápido do que os meios atuais, como as transferências eletrônicas, que podem levar dias para as instituições financeiras confirmarem uma transação. Teríamos a agilidade semelhante ao do Pix.

Transferências internacionais mais baratas

As transações em moeda internacional são muito caras; indivíduos pagam altas taxas para mover fundos de um país para outro, especialmente quando isso envolve conversões de moeda. Os ativos digitais podem interromper essa característica, tornando-a mais rápida e menos cara.

Acesso 24 horas por dia, 7 dias por semana

As transferências de dinheiro existentes geralmente levam mais tempo durante os fins de semana e fora do horário comercial normal porque os bancos estão fechados e não podem confirmar as transações. Com a moeda digital, as transações funcionam na mesma velocidade 24 horas por dia, sete dias por semana.

Suporte para quem não tem banco e quem tem poucos serviços bancários

Mais de 34 milhões de brasileiros não têm conta em banco, de acordo com o estudo exclusivo do Instituto Locomotiva. Eles acabam pagando taxas caras para descontar seus cheques de pagamento e enviar pagamentos a outras pessoas por meio de ordens de pagamento ou remessas. Se o país lançar o Real Digital, os indivíduos sem banco poderiam acessar seu dinheiro e pagar suas contas sem custos adicionais.

Pagamentos governamentais mais eficientes

Se efetivamente o governo desenvolver sua moeda digital, ele poderia enviar pagamentos como restituição de impostos, benefícios sociais para as pessoas instantaneamente, em vez de tentar enviar um cheque ou disponibilizar cartões de débito pré-pagos ou contas específicas para disponibilizar tais benefícios.

Como o Real Digital afetaria você?

Ainda há várias questões a serem definidas para a criação do Real Digital. Se o Brasil adotar uma moeda digital, ela funcionará como uma alternativa ao dinheiro, mas também terá a vantagem de realizar transferências rápidas de dinheiro, já que é eletrônica.

Porém, existem desafios pela frente. Mesmo que o Real Digital seja eletrônico, ele ainda precisa ser tão acessível quanto dinheiro. Qualquer pessoa deve poder usá-lo, não apenas aqueles com os smartphones mais recentes, provavelmente cartões baseados em chip, sistemas de POS e contas na web devem auxiliar no uso da nova moeda. 

Além disso, será necessário desenvolver uma maneira de lidar com as transações offline, para que duas pessoas possam trocar o Real Digital mesmo que não esteja em uma rede celular ou wi-fi. 

Outro fator fundamental para a criação da moeda digital brasileira será a segurança. Toda uma política e infraestrutura tecnológica deverá ser criada para dar suporte às transações financeiras com este novo ativo financeiro digital.

Sobre a E-VAL Tecnologia

A E-VAL Tecnologia atua há mais de 15 anos oferecendo soluções de segurança da informação para o mercado, pioneira em iniciativas no uso da certificação digital no Brasil, tais como, SPB, COMPE, Autenticação, Assinatura digital de contratos, Gerenciamento de Chaves e Proteção de dados e armazenamento de chaves criptográficas para os segmentos de instituições financeiras, educação e indústria.

Siga-nos nas redes sociais:
error

Gostou do blog? Compartilhe já :D